Originais de Rudolph



  • Música

    Em 1948 o compositor e músico Jonny Marks fez uma versão de uma música com título "Rudolph, The Red-Nosed Reindeer" (“Rudolph, A Rena do Nariz Vermelho”), que se tornou um sucesso fenomenal, vendendo mais registros do que qualquer outra canção de Natal, com a exceção de “White Christmas”.

    Em entrevista ao New York Times, publicada 1969, Marks disse que apenas colocou algumas notas ao poema de Rudolph, mas não comentou que fez isto porque Robert L. May, autor e proprietário dos direito autorais do poema, também era seu cunhado, pois sua esposa era irmã do escritor.

    Mas, revelou outras informações, como as dificuldades de encontrar um cantor que desejasse gravar a música, que cantores populares como Bing Crosby e Dinah Shore se recusaram a cantar a música e como convenceu em 1949 o cantor “country” Gene Autry a gravar o disco.

    Este disco vendeu 25 milhões de cópias e foi com esta música que Rudolph se consolidou como um ícone do Natal, sendo cultuado e interpretado em suas histórias no cinema, peças de teatro, seriados de televisão e no mundo publicitário, desde então.


    Rudolph, a rena de nariz vermelho

    Letra e música de Johnny Marcas (1948)



    Você conhece Corredora e Dançarina
    E Empinadora e Raposa
    Cometa e Cupido
    E Trovão e Relâmpago
    Mas você lembra
    Da rena mais famosa de todas

    Rodolph, a rena de nariz vermelho
    Tinha um nariz brilhoso
    E se você visse
    Você diria até que brilha no escuro

    Capa do disco que lançou a música de Rudolph

    Todas as outras renas
    Riam e xingavam-no
    Nunca deixavam o pobre Rodolph
    Se juntar aos jogos de renas

    E então em uma noite nublada de Natal
    O Papai Noel veio e disse
    Rodolph, você com esse nariz tão brilhoso
    Não quer guiar o meu trenó essa noite?

    E depois as renas o adoraram
    E começaram a gritar com alegria
    Rodolph, a rena de nariz vermelho.
    Você vai entrar para a história!